caracolperfumado@yahoo.co.uk

Bum

Um rapaz corre de mota numa estrada secundária. O vento bate-lhe no rosto. O rapaz fecha os olhos e abre os braços, como nos filmes, sentindo-se vivo e em plena comunhão com o universo. Não vê o camião irromper do cruzamento...
... Bum!...
Morre feliz. A felicidade é quase sempre uma irresponsabilidade. Somos felizes durante os breves instantes em que fechamos os olhos.

José Eduardo Agualusa, Seis aforismos amorais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

caracolperfumado@yahoo.co.uk