caracolperfumado@yahoo.co.uk

Predicações

Tenho vindo a notar em certas moças que à minha volta fazem as suas vidas com certa inconstância o desenvolvimento de um falar eufemístico quando se referem a mim, estando eu presente. Esse falar eufemístico consubstancia-se no uso de um advérbio que modaliza predicações percebidas como (demasiado) elogiosas: é o «até»:
— Até és giro!
— Até és inteligente!
— Os teus caracóis até têm piada!
— Essa t-shirt até te fica bem!
— Até nem te vestes mal!
— Até fazes bom minete!
Tirando esta última, que acredito que seja dita apenas por simpatia, pois, na verdade, nunca sei o que ando ali a fazer (nunca se surpreendam, rapazes, com a generosidade de uma menina que gosta de vocês), todas as outras frases são claros exemplos de um engraçado retraimento, cujo único resultado é a sensação que dá de que não me querem contar a verdade tal como a veem.

1 comentário:

Anónimo disse...

"If all else fails" sempre podes dedicar-te em exclusiva a esse afamado "giving head", caro Cocleo! Ainda que não possuísses qualquer outro atributo "cerebral" o cunnilingus (seria difícil fazer um trocadilho linguístico???!!!) É uma arte insubstituível.

Enviar um comentário

caracolperfumado@yahoo.co.uk